terça-feira, maio 06, 2014

Cartel dos Supermercados

Duas redes estão a dominar o mercado brasileiro varejista de alimentos. O Extra e o Carrefour. Ambos estrangeiros. E estão matando o mercado de produtores brasileiros. Em seu conjunto, os dois grupos dominam cerca de 70% do mercado nas grandes metrópoles, principais centros de consumo.
O que está acontendo? Simples e complexo. Vou me ater ao Extra, do grupo Pão de Açúcar, para exemplificar.
O grupo possui a marca comercial Qualitá. Os produtos com essa marca possuem local de destaque nas gôndolas, sem o custo adicional que cobram dos outros fornecedores.
Os produtores, para conseguirem colocar seus produtos têm que se submeter a algumas condições:
a - embalar seus produtos com a marca Qualitá;
b - submeter-se à política de preços leoninos.
Com isso, perde a referência de sua marca no mercado. Assim, o grupo pode trocar de fornecedor a seu bel-prazer, pois o consumidor fica iludido ao pensar que o produto é o mesmo.
Os preços nas gôndolas nada têm a ver com o preço de aquisição pelo grupo. Hoje mesmo vi três exemplos claros.
O primeiro deles foi o açúcar mascavo. Para que se tenha referência, o preço no produtor oscila em torno de R$ 3,00/kg. Na gôndola havia somente o embalado com a marca Qualitá, ao preço de R$ 12,99/kg, ou seja, uma margem bruta de 400%. Sem alternativa.
O segundo foi o pêssego em conserva Qualitá. No caso, importado da Argentina, com o preço de R$ 8,49. O produto nacional, em geral com origem em Pelotas-RS, é fornecido por um preço em torno de R$ 3,00. O Extra sobretaxa em mais de 250%. Sem opção de outra marca, ou é essa, ou é essa. Claro que seus tentáculos ultrapassam fronteiras, há interesses pessoais envolvidos chegando até a propinas aos decisores de compra. Enquanto isso, nossa indústria em Pelotas e os fruticultores quebram, por falta de ponto de venda.
Terceiro exemplo. Suco de uva. O da marca Sinuelo e o Qualitá. Ambos fabricados pela Irmãos Moron, na serra gaúcha, rigorosamente o mesmo produto, mas o segundo com preço 40% inferior ao primeiro. Não significa que o preço de aquisição pelo grupo tenha sido menor, mas pura e simplesmente estão matando a marca Sinuelo. Isso abre caminho para que, em curto prazo, possam fazer um leilão entre os produtores de suco de uva, a essa altura já descaracterizados, e submeterem-nos aos únicos interesses de lucro do Pão de Açúcar. Ainda que signifique sua quebra em médio prazo, pouco importa a essa rede de facínoras. A partir daí, cobram o preço que quiserem, pois a concorrência já foi pro brejo.

Ainda está em nossas mãos reverter esse quadro de bucaneiros. Boicotar essas redes Extra e Carrefour, pelo absoluto descompromisso com o consumidor brasileiro e com o próprio Brasil. Comprar nas feiras livres, nos mercados de pequeno porte. O que aparentemente poderia parecer um gasto maior, não o é de fato. Porque aquilo que pode nos parecer alguma vantagem, na realidade. é o preço de nossa liberdade. E essa não tem preço.



2 Comments:

Blogger Expedito Gonçalves Dias said...

Frega, não sei se sabe moro em Varginha. Preços dos mercados por aqui variam muito, mas temos opções. E não há nenhum Pão de Açucar, Walmar ou Carrefour. São pequenos atacadistas que se juntaram e formaram várias redes, cada uma atendendo um certo número de supermercados.
Existe uma família de Eloi Mendes e enriqueceu por aqui: Maiolini. Eles tem uns 6 supermercados e mesmo assim compram de redes separadas, o que faz a concorrência valer a pena para o consumidor. Eles acreditam, como bons comerciantes, que isso é saudável. E apostam não na quantidade, mas na variedade. Dá pra ver que os repositores de mercadoria são em maior número do que os demais funcionários.Acho que se todos copiassem o modelo de bem atender todos sairiam ganhando. Mas os grupos estrangeiros preferem o cartel e dane-se o povo!

12:42 PM  
Blogger FregaJr said...

Grato pelo comentário, Expedito.
As pequenas redes varejistas adotam práticas de mercado mais decentes, além de também promoverem produtores locais.
Os dados que eu compilei, como preços e variedade, foram apurados ontem em uma loja do Extra em Guarujá-SP.

1:25 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home