quinta-feira, dezembro 06, 2007

Vitória de Merda

Com esses termos pronunciou-se o bufão bolivariano, passados já três dias da recusa venezuelana em aceitar sua revisão constitucional.
Tava demorando.
Chavez, apesar da arrogância, parece que tem sempre uma reação retardada. Seu software, além dos defeitos congênitos e adquiridos, sofre um efeito de time-rising, um retardo operacional.
Assim foi com o porque não te calas. Passado um tempo, após transitar pelo terreno do "não escutei", reagiu brandindo suas bolivariadas à guiza de retaliação comercial, ameaça de razantes no palácio de Juan Carlos etc, até murchar o balão por falta de platéia.
Assim foi com o resultado das urnas. Reconhecida a derrota, chegou a cumprimentar os vencedores. Tentou salvar pelo menos uma vitória moral.
Ontem, pela televisão, destemperou-se e, entre outras imaturidades, classificou a manifestação majoritária como uma vitória de merda. Literalmente.
Porém, embora discorde habitualmente de sua postura, tenho que reconhecer. Assiste-lhe razão nesse caso. A maioria foi pífia.
Chavez deveria ter perdido de forma esmagadora para criar juízo.
Juízo que o povo venezuelano ainda não demonstrou pra valer.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home