terça-feira, outubro 27, 2009

Tomadas e Prepotência

Em meio à tanta notícia sobre violência, ficam até escondidas, mandadas para o porão, as pequenas violências geradas no útero do Estado-tutor pela criatividade inconseqüente de seus agentes.
Aguardem! Vem aí uma regulamentação sobre tomadas que causará uma infinidade de pequenos transtornos na vida de todos nós. Pariram, numa dessas comissões alienadas, alojadas num dos corredores climatizados do Inmetro, um novo modelo que inviabilizará que liguemos nossos aparelhos elétricos sem um adaptador especial.
Na contramão do facilitar, os luminares inventaram um modelo único, inédito. Arrogantes, concluíram que o mundo inteiro está errado. Esses prepotentes consideram-se a fonte e o poço da sabedoria. E nós pagamos o pato de sua criatividade.
Hoje dispomos de modelos de tomada que permitem a ligação da maior parte dos aparelhos, nacionais ou não, sem o uso de adaptadores. Tá fácil demais. Há que se complicar um pouco. Ou muito.
É mais que hora de reduzir o poder desses criativos burocratas, especialistas que são em complicar e atravancar a vida, o dia-a-dia de todos nós, sempre escudados na politicamente correta desculpa de que estão a proteger a população.
A população, sim, é quem tem que achar mecanismos para se proteger deles.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home