quarta-feira, dezembro 20, 2006

Desafio Americano

Foi divulgado o déficit em conta corrente dos Estados Unidos no terceiro trimestre. Mantida a tendência e já considerando o acumulado, o déficit de 2006 estará próximo do PIB brasileiro. Para cobrí-lo, é necessário que os Estados Unidos captem cerca de 2,5 bilhões de dólares por dia.
Apesar do Bush e de suas aventuras bélico-histriônico-políticas, o déficit não é de hoje. Os Estados Unidos há muito tempo vêm praticando uma política de absoluta irresponsabilidade fiscal, acelerada a partir da revogação unilateral do compromisso de conversibilidade do dólar em ouro, que haviam assumido em Bretton Woods.
Até agora, eles financiam seu déficit pura e simplesmente emitindo moeda falsa, sem gerar inflação galopante porque é o padrão das reservas internacionais e de trocas.
O Irã de Ahmadinejad decidiu trocar suas reservas de dólar para euro. Se a moda pega, os americanos terão que comprar petróleo não mais com moeda falsa, mas com moeda forte.
Essa foi a razão principal da Guerra do Iraque, pois Sadam caminhava para isso, capitaneando um elenco de sheiks e emires. Em risco de insolvência, os EUA teriam que transigir em relação a Israel, alterando a geopolítica do poder no Oriente Médio e, em seguida, no mundo.
Ahmadnijad é um osso mais duro que Sadam. Ninguém sabe se tem a bomba, o que faz toda a diferença. Possui exército suficiente para defender-se, assim como a Coréia do Norte.
Em verdade, a China é o único país capaz, hoje, de desestruturar os EUA. Possuindo reservas superiores a 1 trilhão de dólares que, se convertida em euros, reviveria um 1929 potencializado. Não o fez ainda porque não lhe interessa. Mas, na Coréia, ninguém trisca.
Bush está numa sinuca de bico. Se deixar o movimento prosperar nos reinos dos petrodólares, estará quebrado. Se resolver aplicar sanções ao Irã, pretextando sua política nuclear, corre o risco de atingir a Coréia e, por tabela, a China. Se nada fizer, o american way of life estará com os dias contados, acostumados que estão a gastar o que não têm.
A exemplo da história infantil, parece que um menino gritou:
"O Rei está nu."

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home