segunda-feira, novembro 05, 2007

Aerodetran

O midiático Jobim é um craque. Na enrolação, mas ainda assim um craque.
O episódio da queda ontem de mais um avião em São Paulo, totalizando quatro aeronaves em uma semana, mostra claramente a capacidade do Jobim em ordenar o óbvio, em criar cortinas de fumaça (na impossibilidade de acusar Zuanazi), para ocupar espaços da mídia dando a impressão de que é eficaz.
Ordenou à Anac que intensifique a fiscalização.
Ora, a ignorância de Jobim no assunto é completa e só passa despercebida porque a população, mídia incluída, também ignora o assunto.
As aeronaves são obrigadas a realizar o plano de manutenção homologado pelos fabricantes, em função do uso ou tempo de instalação de seus componentes, além da inspeção anual, que originam os RIAM. Toda a aeronave, inclusive as experimentais não homologadas, como ultraleves por exemplo, são obrigadas a realizar no mínimo essas inspeções, cujo resultado fica registrado no banco de dados da ANAC.
Para a liberação de um plano de vôo, os operadores das salas de tráfego (AIS) consultam tanto a regularidade das aeronaves como a de seus tripulantes. Se não estiverem em dia, não são liberados para decolagem. No pouso, acontece procedimento similar.
Como, então, aumentar a fiscalização?
Além do que, a fiscalização é legal e não compete a qualquer servidor, nem ao operador de tráfego, nem ao Ministro da Defesa, ampliar ou transigir sobre o que está disposto no Código Brasileiro de Aeronáutica.
Mas o pior da ignorância não é isso. É ver chifre em cabeça de cavalo.
Os três helicópteros que se acidentaram na semana passada, muito provavelmente sinistraram-se por condições meteorológicas críticas. Jobim, claro, ainda pensa que tesoura de vento (windshears) é instrumento utilizado por cabeleireiros fashion.
O do LearJet de ontem tem como causa provável pane mecânica. Mas assegura o operador que a manutenção estava em dia. É, Jobim, máquinas pifam mesmo, queira ou não VExa. E pilotos também falham.
Essa é a pior chaga do loteamento político dos cargos técnicos. Pior até que a corrupção. Corruptos são mais facilmente reconhecidos, ainda que impunes, do que os incompetentes.
Por isso, teremos que agüentar Jobim, com suas patacoadas, por muito tempo. Ou até que aprenda um pouco sobre o assunto. E fale menos, queira aparecer menos e trabalhe mais seriamente.
Esquecendo-se que não é chefe do "detran" aeronáutico, mas Ministro da Defesa.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home