quinta-feira, janeiro 12, 2012

Presente de Grego

Uma notícia interessante de ontem. A crise grega já lançou 20% de sua população na linha da miséria. Impressionante, um quinto da população.
Culpa dos gregos? Sim e não.
Sim, porque embarcaram na arrogância européia do euro, dos novos ricos, do posso mais do que realmente posso. Novo Cavalo de Tróia
Não, porque é reflexo do neocapitalismo globalizante, cuja adesão mundial foi patrocinada a peso de ouro, comprando editorias, fomentando guerras, concentrando renda.
As grandes corporações mudam suas sedes para paraísos fiscais, onde contabilizam seus lucros. Suas empresas controladas contabilizam os prejuízos por artifícios contábeis ou mesmo por superfaturamento direto em suas aquisições de insumos intra-grupo. Como de resto fazem aqui as telefônicas internacionalizadas por FHC. Nos países empregadores, geram prejuízos, não recolhem impostos sobre lucros. Ou os minimizam. Os lucros contabilizados nos paraísos fiscais, se taxados, sofrem incidência menor de impostos. Ganham os acionistas. Concentra-se mais a renda.
Aos governos que embarcaram nessa onda - quase todos no mundo - resta pagar a conta do desemprego, da inclusão, dos serviços públicos. De fato, não há orçamento público que aguente. Países endividam-se no financiamento dos déficits. Quem ganha? As mesmas corporações que motivaram esse endividamento, por meio de seus tentáculos financeiros, a maldição que chamam mercado.
Esse reengenharia cruel acaba sendo pior do que o despotismo medieval. É intolerável a insensibilidade com a dignidade humana em troca de poder.
É inadmissível aceitarmos a soberania da produtividade a qualquer preço, incluindo neste a dignidade humana.

2 Comments:

Blogger Anilice said...

Pois é amigo, no final quem paga a conta, são os pobres que ficam cada veis mais pobres.
São impostos que aumentam , e cortes em setores básicos como saúde e educação.
Espero que a nossa economia continue forte e segura, pois o dia que começar a crise por aqui vai ser bem complicado. A impunidade no Brasil é grande, e o povo continua suportando tudo isso sempre com muita alegria e confiança.

8:31 AM  
Blogger Frega Jr said...

É verdade Anilice. Esse modelo neoliberal, baseado na produtividade e não humanista, reduz homens a robôs e penduram a conta nas previdências sociais. A população paga duas vezes. Cruel sistema.

10:38 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home