sexta-feira, agosto 03, 2007

Vaias

Parece que Lula desconcertou. Esperava aplausos e recebeu vaias, em movimentos que estão se sucedendo em todo o País.
Ora, o Pan aconteceu com sucesso em razão do empenho do governo federal em prestigiar o evento e o Rio de Janeiro. Mas foi vaiado.
O lançamento de obras e assinaturas de convênios, que trarão desenvolvimento local e regional também tem sido palco de vaias.
O Brasil está crescendo, todos os indicadores econômicos e sociais apresentam evolução, inclusive os de emprego e renda, e o Presidente recebe apupos.
Nunca a Polícia Federal desencadeou tantas operações e agiu com tanta liberdade de indiciar culpados por corrupção e o governo fica maculado como se a corrupção fosse dele.
Afinal, o que está havendo?
É lógico que há parcela significativa da população que não gosta do Lula. Cerca de 30%, de acordo com as pesquisas. As vaias desse conjunto deveriam ser abafadas pelos aplausos dos 70%.
Mas também é fato que a população espera sempre mais de seus governantes, além do que já fizeram. Isso vale também para os 70% que apóiam Lula.
E que, mesmo o apoiando, esperam dele atitudes mais firmes quanto ao loteamento de cargos; esperam dele mais ponderação nos improvisos; aguardam justificativas mais sólidas do que o "eu não sabia".
Já quase não resta dúvida quanto aos principais fatores que causaram o acidente em Congonhas. Talvez esse acidente ocorresse mesmo se todos os investimentos tivessem sido realizados a tempo, incluindo a reforma da pista.
Agora vem declarar que o governo não sabia da gravidade da crise aérea, que isso nunca foi debatido nas campanhas, que o sistema aéreo é como um paciente terminal de câncer que não sabe da gravidade de seu quadro e que mais parece um cachorro de muitos donos, que não sabe a quem obedecer.
Mas está bastante claro que houve um problema de gestão governamental. Lula preservou enquanto pode a presença de Valdir Pires, que não conseguiu implementar uma medida que fosse para reduzir o tráfego em Congonhas. Sancionou a criação da ANA(r)C, mais uma das malditas agências (des)reguladoras, retirando as atividades do âmbito do DAC. Deixou a VARIG ir pro bebeléu, sem uma ação efetiva de saneá-la, mesmo o Estado devendo-lhe substancial importância.
Não é isso que se espera de um presidente da república.
Quando indicou e manteve Carlos Wilson na Infraero, fruto de um loteamento de cargos no primeiro mandato e sob chantagem do PMDB, fechou os olhos à controvertida gestão, que saíu das páginas políticas para as policiais.
Isso ele não diz e não assume.
Manteve a inoperância senil de Valdir Pires com peninha, porque estava abalado pela recente viuvez.
Isso ele também não diz e não assume.
Está repetindo e amplificando os mesmos erros do primeiro mandato com o loteamento absurdo de cargos no governo e nas estatais. Com a indicação de Conde para Furnas, resultado da chantagem da ala do PMDB carioca conduzido por Garotinho e verbalizada por Eduardo Cunha (cujo currículo poderia ser folha corrida), espera o quê? Que tipo de governo quer realizar? Como deseja passar à história?
Por isso, os 70% que poderiam abafar as vaias não o fazem. E isso, ao invés de desapontamento, deveria ser considerado um sinal de apoio pelo Presidente.
Só os amigos indicam o melhor caminho.

2 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Diz o ditado que o pior cego é aquele que não quer ver.
Com certeza, o pior surdo é aquele que não quer ouvir.
Conforme o presidente, ele tem um ouvido para ouvir aplausos e outro para escutar as vaias.
No entanto, quando aplaudido, reconhece a aprovação,enfuna o peito e fica poderoso.
Quando é vaiado não compreende, não decifra, não realiza a leitura de desaprovação, de descontentamento popular.
As vaias mão são de verdade, são promovidos pela "zelites", são orquestradas, são falsas.
Pergunto: para que serve este ouvido? é surdo?
Na verdade, acho que ele está desconectado, parece que perdeu até o entendimento mais básico.
Ou talvez a resposta seja o velho eu não sabia...
Não divido, não sabe nada mesmo!
Alguém aí pode traduzir para o presidente o que quer dizes uma multidão fazendo "buhuhuhuhu"

7:40 PM  
Blogger Frega Jr said...

É verdade. Concordo que está faltando humildade para auto-crítica.

7:39 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home