sexta-feira, junho 01, 2007

Barra de Cereais

Ontem, em reunião da CPI do Apagão, foi ouvido o presidente da Gol, o empresário Constantino Jr.
Ontem, em reunião da CPI do Apagão, foi ouvida mais uma pérola de um deputado despreparado.
O Dep Vic (DEM-PA) questionou o Constantino, em uma audiência sobre os problemas do tráfego aéreo, com foco no acidente ocorrido com aeronave da empresa, se não era possível a Gol oferecer alguma outra opção de serviço de bordo além de barrinhas de cereal.
Entendo que o nobre aparelho digestivo parlamentar já esteja saturado de barrinhas. Entendo que, no seu vai-e-vem a nossas custas, preferisse comidas mais compatíveis com sua nobreza republicana.
Entendo até que, revoltado com a dieta de bordo, resolvesse levar própria matula em sua pasta executiva. Galinha com farofa, que fosse. Embora pense que o nobre deputado pretende mesmo é viajar, não matar a fome.
O que não entendo é ocupar tempo de uma reunião, que deveria ser séria, para questionar a filosofia operacional da Gol, concebida como uma empresa dita "low fare".
Recebeu a resposta que merecia. Constantino disse que estudaria substituir as barras de cereal por barras de cupuaçu, atendendo a nobre intenção do parlamentar paraense em fomentar a economia de seu estado.
Assim, nos serve a carapuça das condolências formuladas por Chavez ao povo brasileiro, por ter um Congresso aquém de sua estatura.
O bufão venezuelano atacou o Congresso brasileiro, taxando-o de lacaio de Washington.
No entanto, mesmo com essa avaliação imbecil, com uma ingerência indevida, com essa agressão idiota, o inconseqüente ditador disse-nos uma verdade.
Merecemos coisa melhor.

2 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Acabo de chegar do cinema, onde fui assistir ao filme Maria Antonieta.
A semelhança entre a nobreza francesa de 1789 com nosso congresso é total.
Tragédia ou comédia?
Para quem?

9:49 PM  
Blogger Frega Jr said...

Tragicomédia. Para nós, claro!

9:26 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home