sexta-feira, maio 11, 2007

Rato que Ruge

O rato rugiu e ganhou o queijo, na marra. A Petrobrás entregou-lhe as refinarias com prejuízo. É só fazer as contas com os dados divulgados.
Pagou, em 1999, US$ 105 mi. Investiu outros US$ 30 mi para retirá-las do sucateamento original. Vende por U$ 112 mi, ou seja, um prejuízo bruto de U$ 23 milhões. De presente para Morales.
O Min Silas Rondeau afirma que foi um bom negócio. Acredito. Não sei, porém, para quem. Disse mais, que a Petrobrás obteve o preço que pediu. Discorda dele o Evo Morales, que afirma que o pedido era de U$ 200 milhões. Politicamente, Morales vai faturar um lucro de U$ 88 milhões, nada pouco se confrontado com o PIB boliviano.
O Brasil cedeu à chantagem boliviana. Não se pode afastar a cumplicidade de Lula no episódio, brandido como trunfo por Morales que, ao final, sorridente, declarou que Lula ainda é um grande irmão dos bolivianos.
Esse caso merece uma investigação, não por um tribunal de faz-de-contas, mas por uma CPI.
Talvez a Petrobrás tenha pago, em 1999 um preço superior ao devido. É possível, em se tratando do período FHC, com a Petrobrás comandada por seu ex-genro e um ano após a eleição de 98. Talvez Lula tenha autorizado a venda por preço inferior ao de mercado, um ano após a eleição de 2006, pelos mesmos motivos.
Ou talvez o governo brasileiro seja somente covarde, incapaz de enfrentar uma chantagem sem ter chilique nervoso e calafrios intestinais.
O rato rugiu. O leão miou.
E o Brasil levantou a bola para os bolivarianos.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home