quarta-feira, maio 16, 2007

Pés-de-Cana das BR

Só pode ser mais uma do Carlinhos (V 03/12/06), o fanático por números e estatísticas e especialista na arte de fazer regulamentos de trânsito que não regulamentam e resoluções que não resolvem. Doutor em enxugar gelo e empacotar fumaça.
De volta às suas atividades e após inventar as normas sobre engates de reboques, agora quer proibir a venda de bebidas em estabelecimentos às margens de rodovias.
Claro que ele já tabulou a correlação entre acidentes e o uso de bebidas. E inferiu, evidente, que esses acidentes só aconteceram porque os motoristas, que saíram limpos de suas residências, provavelmente com medo da mulher, megera de cabelo nas ventas e nariz ávido a cheirar sua boca, bafômetro doméstico, não resistiram ao apelo de comprar uma cerveja no caminho.
Claro que o fato de rodovias cortarem cidades é insignificante para Carlinhos, assim como a subjetividade do que é exatamente "à margem de rodovias". Da mesma forma, ter bebido em algum bar a uma quadra da estrada, ou mesmo em casa antes de sair, não é relevante.
Afinal, esses detalhes a ele não interessam, burocrata convicto, pretenso tecnocrata.
Se a legislação é inaplicável, pouco se lhes dá, a ele e aos órgãos reguladores de trânsito. Desde que consigam produzir, aprovar e publicar uma imbecilidade menstrual.
Será mais um dispositivo legal que não vai colar.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home