sábado, fevereiro 24, 2007

Prá Inglês Ver

Tony Blair declarou que iniciará, ainda neste ano, a retirada dos britânicos do Iraque. E podem estar certos que essa retirada será mais rápida do que dizem.
A razão é simples. os ingleses não são bobos. Pais da pirataria e experientes em colher o máximo de bônus com o mínimo de ônus, têm nariz especializado para sentir cheiro de podre no ar.
Ninguém precisa ser expert para ver que a guerra do Iraque está fazendo água e sangue, e que passará à história como uma das ações político-militares mais desastrosas da humanidade. Talvez, daqui a 2 mil anos, não exista mais a expressão erro crasso, mas sim erro bush. Por motivos semelhantes. Até na geografia.
Mas tem um outro componente. Blair está convencido que a ala fundamentalista do governo Bush está pressionando para estender a guerra ao Irã. E aí, o buraco é mais em baixo.
Acontece que o Irã não é o Iraque de Hussein. O Irã tem armas, sim. Tem exército, sim. Tem tecnologia, sim. E talvez tenha até artefatos nucleares.
E tem um histórico milenar de combates, além de motivação presente para combater.
Se iniciado o conflito, pela primeira vez em sua história, os americanos serão forçados a combater em seu próprio território, nem que seja contra ações terroristas.
Os ingleses, criadores das seguradoras e dos seguros, sabem avaliar riscos e ganhar dinheiro com eles. E sabem, também, quando tirar o time de campo.
É quando o risco não compensa.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home