segunda-feira, novembro 27, 2006

Racismo ou Indução ao Racismo?

Ontem foram divulgados pela TV dados do censo do IBGE de 2003 sobre o acesso de negros e mestiços em postos de chefia de empresas, anafalbetismo ou baixa escolaridade e níveis de pobreza, frente aos outros grupos raciais no Brasil.
Os dados eram francamente desfavoráveis aos negros, porém, fiquei a pensar: é porque são negros ou porque a maioria de nossa população sobrevive tangenciando a miséria e os negros e descendentes formam a imensa maioria do povo brasileiro.
De fato, são raros os brasileiros brancos sem miscigenação, talvez restritos até a 3ª geração de imigrantes europeus.
Estou convencido que as ditas políticas de inclusão racial estão a mascarar a exclusão pela miséria, o apartheid econômico. Pior, imitando políticas de países em que há efetiva discriminação racial, como nos Estados Unidos. Lá um negro não entrava numa universidade por ser negro. Aqui não entra o negro ou o branco ou o índio pobres, porque não tiveram oportunidade de acesso ao estudo básico com qualidade. Tira-se o sofá da sala estabelecendo quotas ao invés de tratar do cerne da questão: a educação. Políticas de inclusão social devem combater as causas da exclusão. Em nosso País, por enquanto, a causa é econômica, representada pela concentração de renda.
Enquanto isso, para tapear nós outros, fomenta-se e induz-se políticas raciais como políticamente corretas. E a história mostra: toda a vez em que o Estado adota critérios raciais para suas políticas públicas, estabelecem-se divisões sociais com cidadãos de 2ª classe pelos mesmos critérios. Se tiver dúvida, lembre-se dos judeus no III Reich.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home